Indicações da Semana 122 - Working


Bem-vindo(a) ao nosso artigo semanal de Indicações de Anime, onde toda semana eu recomendarei um anime (avá) falando um pouco sobre ele sem Spoilers para que você possa checar se ele faz o seu tipo ou não!

***

Quase que uma "reindicação" de anime, esse anime já foi indicado, mas foi a tanto tempo e em um modelo tão antigo, que resolvemos trazer ele de volta para vocês com a qualidade atual! Bom, espero que gostem:

Inclusive, se você é novato por aqui, pega seu dicionário otaku, ele salvará sua vida!

Nome: Working
Ano de lançamento: 2010
Gêneros:  Comédia, Romance, Cotidiano
Numero de episódios: 36















Em meio ao intenso inverno Japonês, um pequeno restaurante familiar; Wagnaria, precisa de um novo empregado, pois os atuais não estão dando conta do trabalho; e nesse momento onde a gerente do lugar envia a pequena Taneshima Popura em busca de alguém que pudesse suprir essa vaga; porém devido a circunstâncias Popura não consegue ninguém para o trabalho, e é quando retorna derrotada de sua tarefa que encontra no meio da neve com Takanashi Sota, um colegial de dezesseis anos que após ficar completamente admirado com Popura, acaba se tornando o mais novo empregado do Wagnaria. Entretanto o restaurante familiar não é tão pacifico quanto sua fachada demonstra, e Takanashi só descobre isso após começar a trabalhar com a excêntrica equipe.

Takanashi Souta começa a conhecer e conviver com cada um de seus novos colegas de trabalho, a começar pela gerente ex-delinquente Shirafuji Kyoko uma mulher de meia idade que apesar de ser gerente do lugar nunca faz nada, ela apenas fica comendo e observando a bagunça se instaurar no ambiente; apesar que quando há algum cliente querendo tirar vantagem de alguém, ela sempre surge e mostra seu lado ruim; Junto
de Kyoko sempre iremos encontrar Todoroki Yachiyo, com seus vinte anos, Yachiyo anda para todo lado atrás de Kyoko a servindo de toda a variedade de comida vinda direto da cozinha do Wagnaria, e apesar de sua aparência calma e pacifica, a garota sempre anda por ai com uma Katana na cintura. Certamente não podemos esquecer Satou e Souma, os dois responsáveis pela cozinha do restaurante; Satou é o mais próximo de normal que o restaurante tem, o único "defeito" é ser apaixonado por Yachiyo, e descontar toda sua frustração no cigarro! E Souma, bem, não temos muitas informações dele, pois ele não permite que nenhuma informação pessoal surja! Ele é perigoso e sempre está ameaçando seus colegas de trabalho com as informações que obtém deles; porém existe uma única pessoa em todo o Wagnaria imune a Souma, e essa é a protagonista feminina da obra, Inami; Essa é sem duvidas a pessoa mais perigosa do restaurante, e certamente a mais nociva para Souta. Inami sofre de androfobia, um completo pânico de homens, e combinado a todo esse medo a garota tem uma força descomunal, força essa que assim como sua androfobia foi propositalmente "forjada" por seu pai ciumento; O que acontece é que Inami começa a gostar de Souta, mas ela é muito violenta e bate nele o tempo todo; em contra partida, o protagonista detesta Inami, pois ele também tem seus traumas e excentricidades; Souta é o menor de sua casa, onde todas as mulheres a sua volta são maiores e mais fortes, e vivendo em um lugar tão brutal Souta aprendeu a ter um amor exagerado por coisas pequenas, nomeando a si mesmo de "Pequenófilo".

Sim, é nessa bagunça cheia de gente louca que o anime acontece; a obra gira em torno dos personagens aqui apresentados e alguns outros que vão surgindo na obra com o decorrer dos episódios; é aos poucos que a paixão e a amizade vai surgindo no Wagnaria, e acima de tudo o humor é o foco principal desse enredo tão único.


Working é um anime baseado em humor rápido e possivelmente non-sense. As situações são sempre desenvolvidas em poucos momentos, e a conclusão cômica sempre acontece após poucas cenas, sendo uma obra que não alonga demais as cenas para poder aproveitar mais de cada personagem e seu valor humorístico para a obra. Sendo nesse formato, é inevitável que o elemento mais importante acabe se tornando o elenco, e de fato isso acontece!

Cada personagem de Working e também de sua posterior versão WWW.Working, segue um modelo quase que que compulsivo; cada personagem tem seu elemento de exagero, sendo que o humor quase sempre é baseado em um elemento chave de cada personagem; Inami sempre bate em alguém apesar de sempre
tentar se segurar, e isso quase sempre é usado em favor do humor; o mesmo acontece com a atração exagerada que Souta tem por tudo que é pequeno e frágil, e isso inevitavelmente se liga a Popura, que é muito baixinha e tem grandes problemas com sua altura; o caso é que cada personagem tem uma peculiaridade, e sendo esse elemento até que grande, isso se torna cada vez mais interessante e certamente engraçado. O auge da excentricidade é um personagem pouco importante para o enredo, mas que podemos chamar de "garota normal" uma garota que é absolutamente focada em ser normal, pois todos os demais funcionários do Wagnoria são loucos ao olhar dela, porém é pelo excesso de esforço em ser normal, que ela acaba sendo a menos normal e despertando estranheza até mesmo nos colegas de trabalho; essa personagem acaba sendo o ponto máximo das personalidades desastradas.

Bom, mas não só de humor é feito Working; enquanto temos um desenvolvimento sempre curto em cenas de humor, temos também o lado do romance, claro que vindo de uma obra focada em humor, o romance acaba sempre sendo uma "comédia romântica", porém o diferencial maior é que ao decorrer dos muitos episódios da obra, há sim muito avanço na relação dos personagens, então uma conclusão para os relacionamentos certamente acaba vindo, não sendo um elemento decepcionante da obra como poderíamos supor ao ver um pouco sobre o enredo.



Enfim, Working é uma obra que indico para quem está buscando humor incessante, para quem busca uma comédia intensa beirando ao non-sense. Apesar que essa também acaba sendo uma indicação para quem quer assistir algo mais romântico, tenho certeza de que quem busca qualquer um desses dois elementos não vai se decepcionar com Working!

Ranking Semanal da Shounen Jump Edição #2/3



Este é o Table of Contents da revista Shounen Jump, que sai semanalmente. Caso você não saiba o que é isso ou como funciona, clique aqui.

A numeração deste artigo é referente à edição da semana da revista e não ao números de tópicos desse artigo, ou seja, mesmo que o número seja #07, não significa que temos sete artigos desse e sim que aquela foi a sétima edição da revista Shounen Jump.

[Capítulo Especial/One-shot]
[Página Colorida]
[Imune a Cancelamento]
[Capa] 
[Estreia]
[Finalizado]


Haikyuu!! (Capa)
01. One Piece
02. Boku no Hero Academia
03. Sesuji wo Pin! to

Zutsuke! Yokohama Ouka Koukou XXxX-bu (One-Shot)
Demon's Plan (Capítulo 04)
Black Clover (Página Colorida)
Ole Golazo (Capítulo 03)
04. Yakusoku no Neverland
05. Saiki Kusuo no Sainan
06. Gintama

Kimetsu no Yaiba (
Página Colorida)
07. Yuragi-sou no Yuuna-san
Shikori Dama! (One-Shot)
08. Samon-kun wa Summoner
09. Hinomaru Zumou
10. Shokugeki no Souma
11. Spring Weapon Number One
12. Ibistsu no Amalgam

Isobe Isobee Monogatari



Ranking de Venda de Mangás - Ano de 2016



Esta é uma lista que trará os quinze mangás mais vendidos da semana no Japão, o que é extremamente importante para o direito de ter um anime (ou continuação) e também para a publicação da obra continuar.

 Vendas na Semana   Nome e Volume da Obra
112,314,326 One Piece
26,887,192 Ansatsu Kyoushitsu
36,595,968 Kingdom
46,544,081 Shingeki no Kyojin
56,474,394 Haikyuu!!
65,115,573 Nanatsu no Taizai
75,114,916 Boku no Hero Academia
84,278,599 Tokyo Ghoul:re
93,979,760 One Punch-Man
103,477,128 Shokugeki no Souma
113,019,944 Chihayafuru
123,013,816 Terra Formars
132,719,478 Fairy Tail
142,622,350 Detective Conan
152,507,468 Boku dake ga Inai Machi


Ranking de Venda de DVDs de 28/11 à 04/12



Esta é uma lista que trará os quinze mangás mais vendidos da semana no Japão, o que é extremamente importante para o direito de ter um anime (ou continuação) e também para a publicação da obra continuar.

 Vendas na Semana   Nome e Volume da Obra
12,906 B-Project: Kodou*Ambitious Vol.4 Limited Edition
22,435 Kubikiri Cycle: Aoiro Savant to Zaregototsukai Vol.2 Limited Edition
31,010 Bungou Stray Dogs Vol.6 Limited Edition
4973 Tonari no Totoro
5744 Sore Ike! Anpanman: Omocha no Hoshi no Nanda to Runda
6718 Crayon Shin-chan Movie 24: Bakusui! Yumemi World Dai Totsugeki
7646 Tsukiuta. The Animation Vol.3
8539 Detective Conan Movie 20: The Darkest Nightmare Limited Edition
9395 Servamp Vol.3
10350 Dream Festival! Vol.1
11345 91 Days Vol.2
12343 Nanbaka Vol.1
13316 www.Working!! Vol.1 Limited Special Edition
14314 Youkai Watch Movie 2: Enma Daiou to Itsutsu no Monogatari da Nyan!
15306 Sen to Chihiro no Kamikakushi


Dica Tebane #2 - Animes para apresentar a quem não conhece animes!




---Animes para apresentar a quem não conhece animes!---


Olá, é a primeira vez que vem por aqui? Acho que não Ha-Ha! Bom, hoje o artigo vem trazendo quatro animes para apresentar para quem nunca viu um anime antes! Eu sei, animes são populares no Brasil, é muito raro alguém que na infância não tenha assistido Dragon Ball ou quem sabe Naruto; mas a verdade é que mesmo quem já assistiu um ou outro episódio desses animes super populares, pode ser considerado muito longe da cultura Otaku, de fato nem todos estão prontos para mergulhar em um mar cheio de Lolis e polvos safados. Então vamos as Dicas Tebane dessa semana!

#1 Another
12 episódios, 2012, Mistério/Horror


Sabe o que não é o forte dos autores Japoneses, e para piorar não é o gosto do público dos olhos puxados? Sim, Terror! Apesar de alguns filmes quase que Trash Japoneses serem bastante assustadores, nós percebemos que eles não tem uma boa imaginação para horror quando vamos assistir um anime qualquer; sinceramente poucas são as exceções desse gênero nos animes, e talvez por conta disso Another seja tão deslocado da cultura Otaku; a obra para começar parte de um clima bem americano, tanto que por várias vezes autores de grandes obras de terror americanas são citados ao decorrer da obra; inclusive não consigo desprender a minha visão de que Another tem alguma influência da sequencia de horror Final Destination (em PT: Premonição). Bom, o caso é que essa obra segue moldes bem simples, e que podem ser compreendidos por um novato na cultura Otaku. Okay, mas e a Mei e seu design super Otaku? Bom, excluindo o que sabemos de outras obras, dentro de Another o design de personagem dela tem uma ótima explicação, tanto que o olho falso dela é falso por conta de uma doença que a fez perder seu olho, não é Chunnibyou! Enredo de mistério e horror simples e bem executado, para quem não tem grandes perguntas, acredito que Another seja uma boa resposta.


Uma indicação nossa: Another


#2 Mushishi
46 episódios, 2005, Cotidiano/Sobrenatural
Mas é claro que para apresentar um anime, talvez não seja uma boa ideia começar por uma obra de horror não é? Então que tal começar com algo muito japonês, mas mesmo assim bem simples e autoexplicativo? Bom, Mushishi é uma obra que conta várias e várias pequenas histórias que duram normalmente um episódio, todas localizadas no Japão Feudal e seguindo um homem chamado Ginko. Amigos, essa obra é uma ótima ideia para apresentar para quem nunca viu nada da cultura Otaku, pois simplesmente não vamos encontrar garotas com orelha de gato nem nada tão "bizarro" para um iniciante; essa obra conta sim muito da cultura japonesa. Mas esse não é meu único argumento, afinal essa obra é episódica como eu citei anteriormente, e pode dar de pronto uma sensação de "satisfação de anime visto". Ao contrário da maior parte dos animes não é necessário se aventurar por doze ou mais episódios para poder entender todo o enredo; apenas vendo o primeiro episódio a pessoa já pode se sentir tentada a assistir um próximo e outro próximo, e pode parar de assistir quando quiser sem a perda de compreensão.


#3 Gangsta
12 episódios, 2015, Ação/Drama

Mas é claro que talvez Mushishi seja calmo demais para o gosto de seu convidado ainda inexperiente não é mesmo? Então que tal apresentar um outro anime bem americanizado cheio de prostitutas e tiro? Pois é,
aqui temos Gangsta, um anime que não foge dos cenários japoneses. Para começar a obra acontece em um lugar fictício, e lembra muito aqueles filmes americanos com protagonistas bad boy's, bom, é basicamente isso em versão animada, até o nome já nos dá essa sensação não é? Mas apesar de toda essa diferença, não se confunda, Gangsta ainda é muito japonês, com personagens de cabelos coloridos e batalhas exageradas, bom certamente você deseja atrair seu ilustre convidado para o lado Otaku da força não é? Certamente Gangsta é uma boa ideia, e posso até ir além: como o anime não tem o fim definitivo da obra, você ao fim dos episódios ainda pode sugerir a seu convidado ler o mangá de Gangsta! Após isso a pessoa estará presa para sempre ao mundo dos animes!


O Tebane Indica para você: Gangsta


#4 Tokyo Magnitude 8.0
11 Episódios, 2009, Cotidiano/Drama
Bom, imaginando que seu convidado seja muito complexo e não queira ver nada violento nem pacifico em excesso, eu dou minha última cartada: um drama baseado em catástrofe natural! Esse é um ótimo anime para apresentar Tokyo de uma forma nunca antes vista: Em completo caos! No inicio e fim de cada episódio de Tokyo Magnitude há o aviso de que o anime foi feito baseado em vários estudos e simulações, e que foi um
anime encomendado para trazer essa possibilidade assustadora para o mundo dos animes; então já posso te dar a certeza de que a obra foge completamente do comum imaginário Otaku com garotas de cabelos coloridos e todo o resto; essa obra é muito pé no chão, sendo todo o tempo o mais fiel a realidade que possível. Apesar de tudo, em nenhum momento ficamos sem muita emoção e drama; a história de dois irmãos ainda pequenos, perdidos em meio a Tokyo em pânico, e sendo ajudados por uma completa estranha que deseja os levar de volta até seus pais! Essa história certamente vai capturar o coração e a atenção de qualquer um, mesmo que essa pessoa jamais tenha tido a oportunidade de assistir nenhum anime, certamente seu único problema após mostrar Tokyo Magnitude para alguém, será que a pessoa vai querer indicação de algum anime semelhante após assistir todos os episódios da obra!

Aqui deixamos mais informações: Tokyo Magnitude 8.0




Bom pessoal! Antes de terminar eu vou deixar uma dica extra: Se quer deixar alguém viciado em animes e mangás, envie essa pessoa para o Animes Tebane, certamente faremos um bom trabalho em transformar a pessoa em um completo e alucinado Otaku! Ha-Ha, desculpa, não pude deixar passar o momento da propaganda! Em todo caso pessoal, essas são as minhas dicas de animes para quem nunca assistiu um anime antes; você tem também alguma dica semelhante? Comente abaixo, terei o prazer de ler seus comentários e usar eles contra os amigos ainda não Otakus! Vamos juntos tornar o mundo mais Otaku!

Top Animes da Semana - 05/12/2016 (Semana 8)


Este quadro é postado toda segunda-feira, contendo o Top dos animes da semana.
Para participar bastar votar na votação que fica na coluna a direita do Blog, mas lembre-se que a pergunta é sobre cada episódio da semana em questão e não o anime como um todo! Já que talvez um anime ótimo possa ter tido um episódio mais parado e aquele que é só bom tenha tido uma reviravolta destruidora!




Lendo uma História: The King Human - Capítulo 13


Capitulo 13: Floresta Inquieta


Em uma pequena área aberta em meio a uma floresta, cheia de grama, plantas e insetos. Muitas arvores cercam essa pequena área, mal se consegue ver o que está atrás delas. Um pouco de sol passando pelas folhas, dando alguma iluminação nesse espaço.

Um portal em forma de olho aparece em meio dessa área. E após alguns segundos saem Lucain e Tinatia. Logo em seguida o portal se fecha.

Lucain:
-Estamos mesmo no Inferno? Sempre que passamos por esse portal, tudo fica mais confuso.

Tinatia:
-A tendencia é ficar pior hehe. E porque não chama o portal pelo seu nome?

Lucain:
-Aquela coisa estranha tem nome? Nada mais me surpreende.

Tinatia:
-Sim tem, nós chamamos de...

???:
-Cujum Korvak. Na linguagem humana é chamada de Eye Binding.

Um vento frio e uma voz suave, respondem a duvida de Lucain. A sombra de alguém perto de uma das arvores, essa sombria seria...

Lucain:
-É por isso que está ficando gelado aqui. O Picolé chegou.

Onna:
-QUEM VOCÊ ACHA QUE ESTÁ CHAMANDO DE PICOLÉ? PIRRALHO DE MERDA.

Tinatia:
-M-Mestre O-Onna?!?!

Tinatia se emociona e lagrimas escorrem de seu rosto. Ela solta seu cajado nos pés de Lucain e corre em direção a Onna. Ao chegar perto, Tinatia abraça ela e chora como uma criança em seus seios.

Lucain:
-Uma garotinha com seu rosto nos seios de uma mulher velha. É um tanto quanto indecente.

Onna ignora Lucain e acaricia a cabeça de Tinatia, com um sorriso no rosto. Esse reencontro é algo marcante para ambas.

Onna:
-Mas o que você faz aqui Tina? Não era para você estar nas Terras Mágicas?

Tinatia solta ela, engole seu choro e limpa suas lagrimas.

Tinatia:
-Dadjina me mandou aqui para ajudar vocês.

Onna:
-Dadjina sempre tentando me proteger.

Lucain:
-Eu sei que está tudo emocionante, mas onde você estava Onna?

Onna:
- Estava junto de Tiannoc vendo a destruição que você causou, seu idiota. Quem falou que você podia destruir tudo?

Lucain:
-Haha. Me desculpe. Ele não disse nada sobre não destruir o Labirinto.

Lucain preocupado e um pouco com medo do que ela poderia fazer. Onna ao ver a cara dele, se joga ao chão, começando a rir e gargalhar.

Lucain:
-O que ela tem?

Tinatia:
-Ela estava te zoando Luc-Luc. O Labirinto é feito por magia, mesmo se for destruído, pode ser refeito em instantes.

Lucain coloca a mão em seu rosto como se estivesse decepcionado com Onna.

Lucain:
-Deixando essa velha de lado. Aonde estamos exatamente?

Onna:
-Hahaha estamos haha na floresta hahaha do haha Baphomet hahahaha.

Tinatia:
-Deixando mais claro o que ela disse. Estamos na Floresta do Baphomet, também conhecida como Floresta Inquieta.

*Clack*

Lucain:
-Como vamos sair daqui?

Tinatia:
-M-M-MEU CAJADOOOO!!!

Lucain sem notar, pisa em cima do cajado de Tinatia, partido-o ao meio. Tinatia corre em direção ao cajado e pega suas duas partes, segura-as em seu peito e chora. Enquanto Onna continua no chão, rindo de sua brincadeira.

Lucain:
-Bem, madeira para outro cajado não falta.

Capitulo 13: Fim
Pagina: 14

Autor: Devys


-----------------------------------------------------------------------

Caso gostem, comentem e divulguem para seus amigos!!
Abri uma página no Facebook Oficial para a história!! The King Human Página

Top 10 da Semana - #101 Animes Para assistir com a Mãe!

Toda semana nossa equipe conversará com vários Otakus e então decidirá uma lista com dez animes julgados por algum tema para fazer um Ranking, como por exemplo, “Animes mais sangrentos” ou “Pior qualidade gráfica”, lembrando que como já diz o começo do que foi dito, o Rank é baseado em uma votação feita com Otakus e Otomes onde é dado nota para certos quesitos importantes para o tema do Top.


-- 10 Animes Para assistir com a Mãe! --


Após a incrível edição de número cem, que inclusive era cento e um; voltamos novamente com o estilo padrão do nosso top 10 semanal; essa semana contudo perguntamos a vocês quais seriam os melhores animes para assistirmos com nossas mães, e vocês votaram e decidiram as dez obras que precisam ser mostradas para as mamães! Antes de começar, eu queria só dar minha nota de surpresa: Quem adicionou Zero No Tsukaima na lista? Que mamãe radical é essa que curte uns ecchi selvagem? Ha-Ha, o pior de tudo é que ainda teve vários votos, e se a lista fosse um top 15, Zero No Tsukaima ficaria em décimo segundo lugar; é brincadeira, mais alguns votos ficaria In cesto. Desculpa, comecei as piadas sem sentido muito antes do necessário; senhoras e senhores, a seguir dez animes para assistir acompanhado da Dona mamãe:


10° Usagi Drop
Sobre: Meditando No Enredo
Comentário
:
Para abrir a lista temos Usagi Drop, de fato um anime muito bom para apresentar a uma mamãe; para quem não conhece essa é a história de uma garotinha que após a morte de seu responsável fica sozinha no mundo, mas logo é acolhida por Daikichi, um homem que decide criar a garota dando todo seu amor; a obra se desenvolve na engraçada e conturbada nova vida da dupla. É de fato uma ótima obra para uma mamãe assistir vai... É um anime cheio de pequenos detalhes da criação de uma criança, certamente é interessante para quem já passou por todas essas etapas! Fica a dica...


Chihayafuru

Sobre: Indicação
Comentário
:
Bom, esse é um anime baseado em um esporte nada comum aqui no ocidente, então essa é uma ótima oportunidade para mostrar para sua mãe que nem tudo é Naruto! Ha-Ha, sério esse anime é uma ótima obra que mistura Drama e esporte, cheio de adrenalina, mas ainda bem simples e fácil de ser compreendido; uma ótima pedida para apresentar a mamãe!


8° Tokyo Magnitude 8.0

Sobre: Indicação

Comentário: Saindo de um calmo drama leve sobre esportes e paixões, nós chegamos em um poderoso drama baseado em uma catástrofe natural; essa é uma história que certamente fará você e sua mãe passarem por muito desespero e terror, e provavelmente chorar! Esse é um anime que também tem como foco crianças, mas que as coloca em uma condição frágil, onde elas precisam da ajuda de uma estranha para sobreviver em meio a um poderoso terremoto que devasta Tokyo!


7
° Shingeki no Kyojin

Comentário: Saindo TOTALMENTE do clima calmo, mergulhamos agora em um anime de ação bastante violento, mas que vocês leitores dizem que é bastante pertinente apresentar para a mãe; eu contudo acredito que isso vai lá assustar a veia! Mas, em todo caso é um anime muito interessante mesmo, e bom, é uma indicação para qualquer um, por que não para as nossas mães não é? Em todo caso, só espero que nenhuma mãe fique torcendo muito pela Mãe do Eren, pois se torcer vai ter uma decepção mortal! Mortal HAHAHA...




6° Orange

Comentário: Ufa, é assim que retornamos a um clima mais leve! Esse é certamente um anime a se indicar; romântico, com um drama bastante cotidiano, e além de tudo com um mistério bem intrigante! Essa pode ser a melhor isca para trazer sua mãe de vez para o mundo Otaku! Aposto que após ver esse anime sua mamãe vai querer fazer cosplay de Naho! Só para terminar a mini indicação: Esse anime é carregado em um humor muito legal também, então é perfeito para qualquer um assistir!


5
° Boku dake ga Inai Machi

Comentário: Nossa, nem parece que esse anime é desse ano mesmo né? Lá de janeiro... Parece que faz tanto tempo que ele fez um sucesso extraordinário, mas mesmo assim ficou nas nossas lembranças... E por que não apresentar ele para a mamãe? Certamente fará ela ter pulos de emoção, e quem sabe chorar muito com o desenrolar da trama! Bom, esse é um anime com um tema muito interessante, e que por seu desenvolvimento acaba sendo muito atraente; não há contraindicações!


4
°
Barakamon

Sobre: Indicação
Comentário
:
Outro anime focado em crianças e tudo mais... Só que nesse caso temos um Handa muito desajeitado lidando com crianças muito loucas! Humor simples e engraçado para qualquer público, é uma obra descomplicada e livre de uma cultura Otaku mais complexa, então acaba sendo engraçado para qualquer pessoa que passar a assistir a difícil vida de Handa na pequena cidade localizada em uma ilha muito rural do Japão!



3
° Death Note

Comentário: Death Note Gente? Certeza? Bom, acho que muitas mamães devem gostar de um mistério complexo e personagens de personalidade forte; então se esse anime é tão popular que faz a cabeça de muita gente, não há motivos para não apresentar ele para uma mãe não é? Bom, em todo caso é possível que ela não entenda algumas coisas, tenha paciência de explicar tudo, afinal o mundo Otaku é muito complexo, só nós entendemos nós mesmos! Ah, e se ela simpatizar demais com o Kira, tome muito cuidado nas "bagunças" que você apronta por ai em, vai que né....


2
° Clannad

Comentário: Sabe a ideia de fazer a pobre dona chorar bastante? Então ela segue bem firme, firme mesmo, e vocês querem mostrar para as mães dos Otakus animes totalmente chorosos, e talvez o maior deles está aqui sendo indicado em segundo lugar! Clannad apela em temas populares, e que possivelmente são presentes na sociedade ocidental também; a má relação que o protagonista Tomoya tem com seu pai é um grande exemplo de tema popular, assim como a dificuldade de relação de várias famílias apresentadas ao decorrer da obra, e em contraste de tudo isso também somos apresentados a simpática família da Nagisa, onde o problema maior não são os laços familiares, mas a frágil saúde da protagonista. Bom, em todo caso os temas da obra são realmente bem apelativos para uma mãe, acredito que ela ficará feliz e chorosa ao ver Clannad!



1
° Angel Beats

Sobre: Indicação
Comentário: Definitivamente fazer chorar é um dos objetivos dessa lista que vocês montaram não é? Angel Beats traz um drama muito cruel, que sempre surge do menos esperado; a obra sempre traz em seus episódios muito humor, aventura e ação, mas quando você está no auge, se divertindo com os personagens e amando cada vez mais cada um deles, o anime decide te deixar triste e começa a contar a triste história de morte de um dos personagens, te fazendo retornar a realidade, onde eles apesar de toda a diversão estão mortos. Por diversas vezes a obra nos faz ficar realmente triste, mas quando a conclusão se aproxima, segura firme, pois vai ser difícil você não chorar junto com sua mãe, e quem sabe no colo dela! Meu amigo, só te digo que é necessária muita força de vontade para manter a masculinidade no fim dessa obra Ha-ha-Ha! Inclusive, a trilha sonora da obra é incrível e merece citação de honra toda a vez que falamos de Angel Beats! Finalmente, esse é tido como o melhor anime para mostrar para nossas mães!



Curiosidades sobre o top 10; um extra de centésima edição:

Uma curiosidade extra dessa edição é que Natalia (Kaguya) já mostrou muitos animes para a mamãe dela, incluindo:

-Gosick
-Angel Beats
-Death Note (o que a mãe dela mais gostou :v)
-Shingeki no Kyojin
-Tokyo Magnitude 8.0


Conclusão chocante: A mãe dela é mais Otaku que muita gente que eu conheço no Facebook!

E para não deixar passar, eu conto que já mostrei para minha mamãe Watamote e Barakamon; afinal todo mundo precisa conhecer Tomoko e Handa! KKK (Já fiz essa piada no blog antes, deduza você mesmo). Enfim, acabou o artigo, pode ir ler outro...

Até a próxima pessoal! E peço dicas de temas para esse artigo semanal continuar, afinal após cem edições, os temas estão começando a ficar bem difíceis de serem decididos!


***

 Alguma sugestão ou dúvida? Comente abaixo que nós lhe responderemos ou nos contate por nossas redes sociais!

Participe de nossa Page para receber sempre novidades!

https://www.facebook.com/animestebane

Indicações da Semana 121 - Itazura na Kiss


Bem-vindo(a) ao nosso artigo semanal de Indicações de Anime, onde toda semana eu recomendarei um anime (avá) falando um pouco sobre ele sem Spoilers para que você possa checar se ele faz o seu tipo ou não!

***

Indicação de uma obra de romance pessoal! Ah, inclusive imagem desses dois se beijando não configura spoiler Okay? Então é isso, segue o texto pessoal:

Inclusive, se você é novato por aqui, pega seu dicionário otaku, ele salvará sua vida!

Nome: Itazura na Kiss
Ano de lançamento: 2008
Gêneros:  Comédia, Romance, Shoujo
Numero de episódios: 25















Essa é uma história de amor com vários altos e baixos! Aihara Kotoko é uma garota não muito inteligente e bastante desastrada, que desde seu primeiro ano colegial se apaixonou por alguém; o problema disso tudo é que esse alguém é Irie Naoki, um estudante praticamente perfeito, com seu QI acima de duzentos e suas múltiplas habilidades, ele é o estudante mais popular, inteligente e amado de todo o colégio, e em contra partida Kotoko é apenas uma garota que passa despercebida por todos, e MUITO desastrada em tudo que faz. Em seu terceiro ano, a garota que juntou todas as suas forças decide se declarar para o amor de sua vida, com a certeza de que o galante Irie fosse enxergar seus verdadeiros sentimentos e a aceitaria como namorada; o caso é que além de todas as qualidades Irie é muito egocêntrico e pouco simpático, e quando recebe a declaração da garota não perde tempo em recusar com extrema ignorância. A vida de Kotoko estava por um fio, mas o melhor ainda estava por vir; a casa que Kotoko morava com seu pai acaba sendo destruída por um fraco terremoto que se abateu na cidade, e por conta disso eles ficam sem ter onde morar; em aflição o pai de Kotoko pede abrigo a seu melhor amigo que os aceita com muita boa vontade. Agora, Kotoko sem casa, e sem o amor de sua vida, tenta recomeçar sua vida em seu lar temporário, mas para sua surpresa descobre que está indo morar na mesma casa de Irie, pois o melhor amigo de seu pai é também o pai de Irie! É assim que Kotoko recebe do destino uma nova chance de fazer seu grande amor se realizar.

Irie é o mais inteligente e habilidoso de todos os alunos do colegial, seu QI anormal o coloca na frente em qualquer que seja a competição, e não há nada que esse brilhante jovem não possa fazer, exceto uma única coisa: Entender e prever Kotoko! Irie vive uma vida muito monótona, pois não importa o qual é seu objetivo, ele sempre alcança sem problemas, e em sua vida nunca teve dificuldades em obter o que desejava, tudo sempre ia como ele desejava, até que Kotoko entra em sua vida e começa a bagunçar totalmente tudo que ele via como certo, até mesmo seus planos para o futuro começam a ficar diferentes cada vez que ele se envolve mais com a garota desajeitada; e é também assim que aos poucos o implacável Irie se torna cada vez mais interessado na garota toda errada que o ama de coração.

Essa não é uma história colegial de dois adolescentes apaixonados, e sim a história de vida de um casal inicialmente incompatível, mas que com o decorrer do tempo acaba se encaixando e levando a vida em união. Essa obra explora o colegial e o futuro dos protagonistas, em um romance cheio de humor.

Essa obra é única em vários elementos, mas o principal deles é o desenvolvimento super completo que é apresentado ao decorrer dos episódios! A obra mostra o passar de muitos e muitos anos na vida dos protagonistas sem cortes pesados, apenas mostrando o desenvolvimento de forma sensível e que no final se torna extremamente perceptível e certamente nostálgico.

A obra segue um desenvolvimento muito continuo, e assim seu elenco nunca deixa de crescer, e por
mais que novos personagens acabem ganhando destaque em cena, os antigos personagens nunca perdem seu espaço, sendo mostrado aos poucos o desenvolvimento de todo um elenco, tudo isso a volta do casal protagonista que é bastante carismático. O elenco também não é deixado de lado na hora dos romances, tendo em simultâneo a história de amor de Irie e Kotoko, outros casais se formando com certa atenção voltada a eles.

Um dos maiores méritos dessa obra é também contar com um enredo que não é exclusivamente colegial, e sim um cotidiano sempre em movimento, e com muito humor, inclusive em alguns momentos contamos com certa dose de humor non-sense, o que deixa a obra com um charme especial, e não deixa que o clima de drama misturado a romance tome completamente o enredo.

De autoria de Tada Kaoru  uma autora já falecida; publicada na revista focada em shoujo, Margaret; Itazura foi inicialmente lançado em mangá no ano de 1991, e se tornando um completo sucesso que chegou a vender mais de 30 milhões de cópias até o ano de 2009, e apesar de ter tido um sucesso assustador, a obra contando com 23 volumes não foi finalizada, apesar de seu anime contar sim com um fim definitivo. A obra só pôde ter um final definitivo por conta do marido de Tada Kaoru revelar que poucos dias antes de sua acidental morte, ela havia revelado o seu desejo de terminar o seu mangá no mesmo ano, e chegou contar para ele como seria tal conclusão, usando tais dados foi possível dar um final a uma obra tão incrível!



Essa é uma ótima indicação para você que ama comédias românticas mas fica decepcionado com a conclusão delas! E também indico para você que curte um drama leve, e certamente indico para o pessoal que ama um romance mais quente, com desenvolvimento e conclusão. Bom, em todo caso, essa é uma obra que conta uma bela história, e é certamente uma das melhores obras baseadas no antigo estilo Shoujo, e se você assim como eu gosta desse estilo antigo, precisa conhecer essa obra!